Professoras do PPGCL apresentam trabalhos em Portugal - Unisul

Notícias do Programa

Saiba tudo o que acontece no PPGCL

Professoras do PPGCL apresentam trabalhos em Portugal

As professoras Giovanna Benedetto Flores e Nádia Neckel participaram na manhã desta sexta (16) da 4ª edição do Dia de Jornalismo e Estudos Mediáticos na Universidade Fernando Pessoa da cidade do Porto, Portugal. Atividade consolida parceria internacional do PPGCL.

Segundo o coordenador do evento, professor Jorge Pedro Sousa “Estudar os media e o jornalismo encontra, hoje, num mundo caracterizado pelo digital, tanta razão de ser como no passado. O Dia de Jornalismo e Estudos Mediáticos, este ano em quarta edição e exclusivamente online, caracteriza-se por ser uma jornada de estudo, reflexão e debate em torno do jornalismo e dos media que pretende reunir os doutores, doutorandos, pós-doutores, pós-doutorandos e docentes da especialidade de Jornalismo e Estudos Mediáticos do programa de doutoramento e pós-doutoramento em Ciências da Informação da Universidade Fernando Pessoa.”

Giovanna e Nádia apresentaram o trabalho “O político entre bonecos e imagens na/da América Latina” pesquisa vinculada ao grupo de pesquisa Discurso Cultura e Mídia CNPq/Unisul.

“Para esse encontro, nos propusemos a analisar discursivamente duas fotos que circularam na imprensa a respeito do cenário político da américa latina: a da bailarina em frente aos tanques do exército, durante a Grande Marcha do Chile, fotografada por María Paz Morales (Paz Pachy) e Oscar Seguel, e as imagens do boneco pixuleco, representando a candidata Cristina Kirchner nas manifestações durante a campanha presidencial”, comenta Giovanna.

“Nosso objetivo foi compreender os sentidos mobilizados por uma memória discursiva no e pelo enquadramento da imagem jornalística da bailarina chilena e do pixuleco de Cristina Kirchner, ou seja, queremos discutir em quais condições de produção circularam as imagens”, complementa Nádia.

Segundo as pesquisadoras, o registro fotográfico da bailarina foi realizado no dia 25 de outubro de 2019, pela fotógrafa María Paz Morales. Neste dia diversas performances tomaram a Praça Itália, a foto desta bailarina viralizou na Internet. Entre os muitos passos de dança realizados pela bailarina esse clic do grand jetés, salto que consiste em lançar-se com as pernas em abertura e esticadas, tornou-se o ícone da liberdade aclamada pelo povo chileno.

“A imagem nos mostra um corpo de mulher em voo, frente ao tanque de guerra. Na equivocidade da imagem temos, parafraseado, o confronto da leveza de um movimento corpóreo da dança, e o peso consistente do metal do tanque de guerra. No plano polissêmico da memória metaforiza-se o peso de um regime de dominou aquele país”, argumenta Nádia.

“Se, por um lado a imagem do pixuleco traz marcas do discurso do ódio à democracia e aos governos populares de esquerda, a imagem da bailarina, nos mostra a resistência de um povo que que luta para que governos autoritários não matem (de vez) a já tão fraca democracia”, destaca Giovanna.

Desde 2018 o PPGCL mantém relações de reciprocidades acadêmicas com o Programa de Pós-Graduação em Ciências da Informação da Universidade Fernando Pessoa. Entre outras consecuções, por intermédio dessas relações a Professora Giovanna Flores fez seu estágio de pós-doutoramento na instituição.

Para conhecer resumos e programa dos trabalhos discutidos no evento, clique no link https://www.ufp.pt/app/uploads/2021/02/Programa-e-Resumos-Dia-de-Jornalismo-e-Estudos-Medi%C3%A1ticos-2021.pdf.

PPGCL

Loading...